Google+ Followers

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

LUGAR AZUL

Leve-me para um lugar azul
onde a maldade não tenha espaço,
onde a tristeza não saiba chegar,
onde a dor nunca possa cantar
e os meus olhos, de infinita viveza,
fiquem constantemente a brilhar.

Leve-me para um lugar bonito
onde o amor ao viver se aloje
e do qual faça eterna morada.
Leve-me para um lugar poético
onde acordes de violão
se escutem perenemente.

Leve-me para um lugar sereno
que me faça alegre como criança,
que me faça puro qual passarinho,
que me traga a paz de quem olha
nuvens brancas brincando no céu.

Este lugar não fica na África,
não fica na Europa, não fica na Ásia;
Este lugar está bem pertinho.
Este lugar, mulher, são seus braços.
Este lugar, mulher, é você.

2010

Nenhum comentário: