Google+ Followers

sexta-feira, 11 de junho de 2010

DEFESA AOS ANJOS

Eu quero a salvação de cada touro bravo e cada cavalo chucro violentado nos cruéis e sórdidos
[rodeios, onde a maldita morbidez de gente desgraçada promove espetáculos hediondos para
[demônios imundos que se comprazem do sofrimento moral e físico.
Eu quero que este anticanto pejado de ódio e fúria perfure os intestinos dos membros das
[indústrias pesqueiras que assassinam perversamente as baleias e tingem de rubro o azul
[ do mar.
Eu quero que algo haja que puna com dor e agonia os dirigentes canadenses que
[ se dão à empresa nefasta de matar leões-marinhos e focas.

Eu quero cada animal respeitado como ser vivente passível de dor e sofrer,
Como irmão de cada um de nós que é, por filho da Natureza.
Eu quero cada animal amado como irmão indefeso dos homens.

Eu quero a paz para cada bicho inocente, acarinhar os cães, tão afáveis e ternos,
Os gatos, tão fugidios e cautos, os galos, tão aguerridos, valentes.
Eu quero irradiar amor puro e absoluto para as criaturas puras do mundo,
Por serem os únicos anjos que realmente, que verdadeiramente há.

2010

Nenhum comentário: