Google+ Followers

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

NOBREZAS DE PAPELÃO

Salve a família brasileira...
com suas virgens grávidas,
com suas tias ávidas,
com suas mães faceiras
e com seus pais cornudos!

Salve a história desta terra
com seus quinhentos anos...
com seus heróis de pano,
suas versões que enterram
tudo aquilo que é verdade!

Salve os homens da política
com seu trajar estético...
com seu agir aético,
sua moral raquítica
e seu cinismo sórdido!

Salve o ser religioso,
que cultua o Pai Eterno...
e agrada o rei do inferno
com seu verbo mentiroso
e seus atos de maldade!

Salve a mídia, que informa...
o que querem os mais fortes
e existe pra suporte
do poder, que só deforma
o país em que vivemos.

Por que tudo é inverdade,
é torpeza, é sofisma,
é embuste, é cinismo,
a mais pura falsidade
nesta terra de belezas?

2003

Um comentário:

Stella Vives disse...

Um poema que mostra realidades através de uma linguagem poética, não ferindo os corações.