Google+ Followers

sábado, 6 de setembro de 2008

ROSA

Linda Rosa, esta cantiga
inocente e tão sedosa,
infantil e cor-de-rosa,
me brotou do coração
na tardinha preguiçosa
de palavras maviosas,
entre as rosas do jardim.

Tão serena a minha Rosa,
tão menina, tão viçosa,
tão bonita como fada
na manhã quente e rosada,
flutuando no rosal.

2008

Nenhum comentário: