Google+ Followers

segunda-feira, 12 de abril de 2010

SE O AMOR CHEGASSE

E se o amor chegasse numa melodia
que iluminasse a manhã, plantando vida...?
E se o amor chegasse num coral de passarinhos
e então parisse de repente a primavera...?
Se agigantasse nossas almas pequeninas
E rebrilhasse nos regatos cristalinos...?
Se retumbasse e despontasse em verso e trova,
Em alegria, em delírio, violões e tamborins...?

Se o amor chegasse, me abririas as portas e teu corpo,
E dançaríamos, febris, inebriados,
Milhões de danças em festejo à própria vida.

2010

Nenhum comentário: