Google+ Followers

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

A MORTE DO ANJO

A saudade me corrói por dentro como um ácido
E me dói como lança furando a carne lentamente:
Vi morrer Snoopy, meu cachorro, que era um anjo
Com toda a pureza e sublimidade de um anjo verdadeiro.
E minha dor é inda mais cruel porque não creio
Que ele esteja n'algum mundo angelical ou diferente.

2013

Nenhum comentário: