Google+ Followers

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

A PRETENDIDA

Eu te quero cantiga da noite,
Mas da noite de entrega e alegria,
Exalando perfumes de fêmea
No ballet tresloucado do amor.

Eu te quero euforia dos dias
Como o vinho, que alegra, inebria,
Eu te quero suave doçura
Como a aragem das tardes de outono.

Teu sorriso é traquina e tão vivo,
É tão fresco e tão cheio de luz.
Tuas pernas morenas me atiçam,
Tua boca rosada é um ímã
Que a mim arrebata e seduz..

2013

Nenhum comentário: