Google+ Followers

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

ENQUANTO NÃO VEM A NOITE

Canta ante a festa da vida,
Enquanto não vem a noite,
Tão cheia de breu e silêncio,
Calar o teu canto pra sempre.

Luta por tudo que almejas,
Enquanto não vem anoite
E te manda à agonia do umbral
Ou às dores eternas  do Inferno.

Ama a mulher que te encanta,
Enquanto não vem a noite
Mostrar que não há a quem possas
Clamar por perdão ou justiça.

Dança nos dias de festa,
Enquanto não vem a noite
Fazer os teus membros inertes,
Em rumo à putrefação.

Arde no leito com gana,
Enquanto não vem a noite
Tonar-te tão pálido e gélido,
Incapaz de desejo e volúpia.

Sê nos momentos bem pleno,
Enquanto não vem a noite
Findar com tudo pra sempre,
Sem deixar um segundo pra ti.

2013

Nenhum comentário: