Google+ Followers

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

DOÇURA

Doce é o olhar dos cachorros
Suplicando afagos macios,
Doce é a ternura da moça
De olhar delicado de um anjo.
Doce é o vento que sopra
O corpo nas frescas manhãs.
Doce é o beijo da mãe
Nos olhos do filho pequeno.
Doce é o olhar da criança
Tão comovida e tão grata.
Doce é ler nos teus olhos
Sentimentos de amor e querer.
Doce é o regato que corre
Detrás dessa casa de campo.
Doce é a espuma do mar
Bulindo as areias brancas.
Doce é a noite serena
Quando na alma há paz.
Doce é a alegria no peito
E a chuva a cair de mansinho.
Doce é o cair da tarde
Com tuas mãos entre as minhas
E teu rosto colado no meu.

2013

Nenhum comentário: