Google+ Followers

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

TUA AUSÊNCIA

Era drama,
Era chama, conflito, impudor, convulsão
O amor tão aceso no olhar
De nós dois, tão sedentos de nós.

Era festa,
Era samba, era frevo, multidão em folia
O tempo de plena alegria
Vivido no amor tão demente.

Fez-se morte,
Silêncio, deserto, fez-se frio, é doído
O tempo tão triste de agora,
Que vivo, ferido da ausência de ti.

2012

Nenhum comentário: