Google+ Followers

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

O CASAL


Aquele homem
Com olhos noturnos e opacos
E aqueles olhos
Tão cheios de aurora da moça
Que tinham a ver entre si?

Aquele rosto
Coberto de sombras do homem
E aquelas faces
Rosadas de vida da bela
Por que estavam diabos unidos?

A noite muda
E negra em garoa de inverno
E a primavera
Ornada de flores e sol
Que tinham, meu Deus, em comum?
A vida e a morte abraçadas,
A água e o fogo casados
Como podia? - me diga, meu Deus!

2013

Nenhum comentário: