Google+ Followers

domingo, 30 de setembro de 2007

O ANTI-HERÓI

Não, não sou o belo mocinho intrépido,
Cabeleira esvoaçante, num cavalo imponente,
Atirando com firmeza os seus tiros infalíveis.
Sou bandido avacalhado, sou mendigo desdentado,
Vagabundo escarninho a deitar pelas calçadas,
A cobrir-se do luar.

1993