Google+ Followers

sábado, 8 de setembro de 2007

O meu poema é um lamento, o inconformismo, o desalento, a desolação diante da vida e da realidade das coisas.

Nenhum comentário: